Diocese de Aveiro                


DIOCESE DE AVEIRO
 
  Introdução
  História
   Da antiga à actual
   Bispos
   Vida Crista
  Caracterização
  Paroquias
  Bispo
  Santa Joana
 


MUSEU S. PEDRO

ROTEIRO CULTURAL E
RELIGIOSO


DIOCESE DE AVEIRO

CULTURA BAIRRADINA

AUTORES DO CONCELHO DE OLIVEIRA DO BAIRRO

PLÊIADE BAIRRADINA

ARLINDO VICENTE

FORAL DE OLIVEIRA DO BAIRRO


LIGAÇÕES

 

Contacto
 

 

Da antiga à actual Diocese.

A Diocese de Aveiro, com a sede na cidade do mesmo nome, foi criada em 12-04-1774 pelo papa Clemente XIV (breve Militantis Ecclesiae gubernacula), nos termos em que lhe fora solicitado por el-rei D. José I, em 28-09-1773, a fim de se fazer uma partilha da “disforme extensão do Bispado de Coimbra”, separando-se ao norte “a comarca de Esgueira para nela constituir uma nova diocese, a que sirva de cabeça a cidade de Aveiro, constituindo a mesma comarca o território da nova diocese” (ARQUIVO DO VATICANO, Processo Consistorial nº 166, fls. 41,v-42). Esta comarca ou provedoria de Esgueira, nos finais do séc. XVIII, agrupava 71 freguesias, com mais de 20 000 fogos e cerca de 75 000 habitantes. Para executar o breve apostólico, o papa escolheu o núncio Mons. Inocêncio Conti, com o poder de subdelegar; efectivamente, presidiu ao acto o arcebispo titular de Lacedemónia e vigário geral de Lisboa, D. António Bonifácio Coelho. A cerimónia realizou-se em 24-03-1775 na igreja da Misericórdia, também elevada a catedral. Seguiram-se três bispos:

1) - D. António Freire Gameiro de Sousa (1774-1799)

2) - D. António José Cordeiro (1801-1813)

3) - D. Manuel Pacheco de Resende (1815-1837)

             - Dr. António de Santo Ilídio da Fonseca e Silva (nomeado pelo Governo Português, mas     não confirmado pelo Vaticano)

Por decreto de 26-02-1840, o Governo de D. Maria II ainda nomeou e apresentou ao papa o beneditino portuense Dr. António de Santo Ilídio da Fonseca e Silva para prelado de Aveiro, o qual, sem esperar a confirmação pontifícia - que nunca obteve - entrou na posse da diocese, em 18.10.1840. Como tal situação anti-canónica se arrastasse, a Santa Sé em 01-04-1845 (breve Cum Episcopatus) nomeou o arcebispo de Braga também administrador apostólico de Aveiro; a partir de então, vigários gerais ou governadores do bispado, designados sucessivamente pelo metropolita primaz, sustentaram aqui o governo eclesiástico. Apesar de alguns esforços contrários, apressou-se o enfraquecimento da diocese e acelerou-se o processo da sua extinção - este enquadrado no plano dos governos liberais em reduzir o número dos bispados no Continente. Ao cabo de longas negociações, o papa Leão XIII subscreveu a bula Gravissimum Christi Ecclesiarum regendi et gubernandi munus, de 30.09.1881, com que suprimiu as dioceses de Aveiro, Castelo Branco, Elvas, Leiria e Pinhel. A execução da bula foi confiada ao cardeal-bispo do Porto, D. Américo Ferreira dos Santos Silva, que, em 04.09.1882, assinou a respectiva sentença. O rio Vouga ficou sendo o limite geográfico entre as Dioceses de Coimbra e do Porto, salvo excepções de lugares de freguesia; a paróquia das Talhadas, no concelho de Sever do Vouga, foi transferida para a Diocese de Viseu. 

    Recolhimento de S. Bernardino- 1ª Sé              Igreja da Misericordia 2ª Sé

Bula da Criação da 1ª Diocese de Aveiro
 

Restauração da Diocese

Não se conformaram muitos aveirenses com a supressão da diocese; assim, quase imediatamente, principiou um movimento em ordem à sua restauração, que mais se acentuou a partir de 1924. Após porfiados trabalhos e generosas dedicações, em que se destacou o aveirense D. João Evangelista de Lima Vidal, a diocese acabaria por ser reconstituída, com novos limites, pelo papa Pio XI, (bula Omnium Ecclesiarum, de 24-08-1938, executada em 11-12-1938); a igreja citadina de Nª Senhora da Glória que, desde 1423 até 1834, fez parte do convento dos padres dominicanos, foi elevada à categoria de catedral. Desde então teve os seguintes bispos:

1) - D. João Evangelista de Lima Vidal (1940-1958),

2) - D. Domingos da Apresentação Fernandes (1958-1962),

3) - D. Manuel de Almeida Trindade (1962-1988),

4) - D. António Baltasar Marcelino (1988-2006),

5) - D. António Francisco dos Santos (2006 -)

Sé Catedral de Aveiro

Restauração da Diocese de Aveiro - Padre Raul Duarte Mira
Brasão e bandeira da Diocese de Aveiro
Hino da Diocese de Aveiro