Diocese de Aveiro                


DIOCESE DE AVEIRO
 
  Introdução
  História
   Da antiga à actual
   Bispos
   Vida Crista
  Caracterização
  Paroquias
  Bispo
  Santa Joana
 


MUSEU S. PEDRO

ROTEIRO CULTURAL E
RELIGIOSO


DIOCESE DE AVEIRO

CULTURA BAIRRADINA

AUTORES DO CONCELHO DE OLIVEIRA DO BAIRRO

PLÊIADE BAIRRADINA

ARLINDO VICENTE

FORAL DE OLIVEIRA DO BAIRRO


LIGAÇÕES

 

Contacto
 

 

Vida Cristã.

Legislação e doutrina. - Sínodos.

Na vigência da primeira diocese de Aveiro, nunca se efectuou qualquer sínodo, adoptando-se, em 13 de Março de 1778, as Constituições de Coimbra, promulgadas por D. Miguel da Anunciação e editadas em 1731. Após a restauração, logo se viu a necessidade de celebrar um sínodo que unificasse a legislação eclesiástica do novo bispado, formado de três zonas geográficas provenientes das dioceses de Coimbra, Porto e Viseu. Durante três anos, a partir de 1941, estudaram-se e delinearam-se colectivamente os diversos capítulos: normas gerais, clérigos, religiosos, leigos, sacramentos, sacramentais, lugares e tempos sagrados, culto divino, magistério eclesiástico, seminário, registo paroquial e administração dos bens; as respectivas constituições acabaram por ser promulgadas em 21 de Maio de 1944, para entrarem em vigor no início do ano seguinte. O II Sínodo Diocesano, cujos trabalhos, de 1990 a 1995, envolveram milhares de pessoas das paróquias, comunidades religiosas, obras e movimentos, respondeu ao incentivo de renovação, nascido do II Concílio do Vaticano; as decisões sinodais, promulgadas em 1de Setembro de 1995, dividiram-se pelos seguintes temas: a Igreja diocesana, a Igreja na sociedade aveirense, leigos na Igreja, ministério ordenado, vida consagrada, pastoral familiar, paróquia, arciprestado, pastoral profética (educação cristã e formação teológica sistemática), pastoral litúrgica, pastoral da caridade (comunidades de serviço e partilha de bens e serviços), cristãos na vida social, cristãos na acção política, cristãos no mundo do trabalho, seminário diocesano, pastoral das vocações, a comunicação na Igreja diocesana e ecumenismo.

                  

Governo e administração. - Cabido.

Na Diocese de Aveiro nunca foi instituído o Cabido. Em 11-12-1938, o administrador apostólico criou o Corpo dos Consultores Diocesanos que, em virtude do disposto pelo novo Código de Direito Canónico, foi substituído pelo Conselho dos Consultores (28-11-1983); a sua composição obedece à legislação em vigor. Presentemente são 12 os seus membros, escolhidos entre os padres do Conselho Presbiteral (este instituído em 03-11-1967).

Cúria

A cúria diocesana, de que fazem parte o vigário-geral, o pró-vigário-geral, cinco vigários episcopais (actualmente, da pastoral comunitária, do laicado, da vida consagrada, da pastoral social e da pastoral familiar), o vigário judicial e o chanceler, reparte-se nos sectores judicial (tribunal de primeira instância), pastoral (secretariado de acção pastoral, obras, serviços e movimentos) e administrativo (chancelaria diocesana e economato).

Divisão da Diocese

A Diocese de Aveiro, alargando-se num território entre o Oceano Atlântico e as Dioceses do Porto a norte, de Coimbra a sul e de Viseu a nascente, estende-se por uma área de 1 537,92 Km2 (1 481,40 Km2, deduzida a superfície da ria), conta uma população de 282 295 pessoas (1991) e divide-se em dez arciprestados que agrupam 101 paróquias (2000):

Águeda: Agadão, Aguada de Baixo, Aguada de Cima, Águeda, Barrô, Belazaima do Chão, Borralha, Castanheira do Vouga, Espinhel, Lamas do Vouga, Macieira de Alcoba, Macinhata do Vouga, Óis da Ribeira, Préstimo, Recardães, Segadães, Travassô, Trofa do Vouga e Valongo do Vouga;

Albergaria-a-Velha: Albergaria-a-Velha, Alquerubim, Angeja, Branca, Frossos, Ribeira de Fráguas, São João de Loure e Vale Maior;

Anadia: Aguim, Ancas, Arcos, Avelãs de Caminho, Avelãs de Cima, Mogofores, Moita, Óis do Bairro, Paredes do Bairro, São Lourenço do Bairro, Tamengos, Vila Nova de Monsarros e Vilarinho do Bairro;

Aveiro: Aradas, Cacia, Eirol, Eixo, Esgueira, Glória (Sé), Nª Snrª de Fátima, Oliveirinha, Requeixo, Santa Joana, São Bernardo, São Jacinto e Vera-Cruz;

Estarreja: Avanca, Beduído, Canelas, Fermelã, Pardilhó, Salreu e Veiros;

Ílhavo: Costa Nova do Prado, Gafanha do Carmo, Gafanha da Encarnação, Gafanha da Nazaré, Praia da Barra e São Salvador de Ílhavo;

Murtosa: Bunheiro, Monte, Murtosa, Pardelhas e Torreira;

Oliveira do Bairro: Amoreira da Gândara, Bustos, Fermentelos, Mamarrosa, Nariz, Oiã, Oliveira do Bairro, Palhaça, Sangalhos e Troviscal;

Sever do Vouga: Cedrim, Couto de Esteves, Dornelas, Paradela do Vouga, Pessegueiro do Vouga, Rocas do Vouga, Sever do Vouga, Silva Escura e Talhadas;

Vagos: Calvão, Covão do Lobo, Fonte de Angeão, Gafanha da Boa-Hora, Ouca, Ponte de Vagos, Santa Catarina, Santo André de Vagos, Santo António de Vagos, Soza e Vagos.